As cavernas de Waitomo na Nova Zelândia que parecem ter galáxias no seu interior

Quando se pensa em cavernas, o que vem em mente é um ambiente escuro e inóspito, não se imagina que existem cavernas que possuem seu interior brilhante e incrível. Esse é o caso das cavernas de Waitomo na Nova Zelândia, que atraem milhares de visitantes de todo o mundo que vão conferir no seu interior algo que lembra um céu estrelado.

O sistema de cavernas de Waitomo já era conhecido pelos maoris (povo nativo da Nova Zelândia) há centenas de anos, mas somente foi revelado aos europeus no século 20. O sistema é formado por uma série de complexas cavernas (cerca de 300 cavernas), labirintos esculpidos pela natureza ao longo de milhares de anos, mais especificamente pela atividade vulcânica antiga da região. Muitas possuem estalactites incríveis no teto e também sendo formados no chão através do gotejamento de água ao longo dos anos.

O que chama atenção de todos nessas cavernas é que elas são lar de larvas fluorescentes chamadas de Arachnocampa luminosa que são naturais da região, que são mais conhecidas por lá como “Waitomo Glowworm” – larvas brilhantes de Waitomo. Essas larvas não ocorrem em nenhum outro lugar do mundo.

ASSINE NOSSO CANAL DO YOUTUBE
Foto por Jamie & Liz World Tour
Foto por Jamie & Liz World Tour
Foto por Joseph Michael
Foto por Joseph Michael
Foto por Plainoldant
Foto por Plainoldant
Foto por Lance Johnson
Foto por Lance Johnson
Foto por Joseph Michael
Foto por Joseph Michael
Foto por Lo Mas Viral
Foto por Lo Mas Viral

Essas larvas dão um show a parte e deixam as cavernas totalmente brilhantes, como se lá dentro tivesse um céu estrelado. Isso acontece devido a uma reação química que acontece entre elas e o oxigênio, fazendo que com seja produzida luminescência, sendo que as larvas usam essa luz para atrair outros insetos e se alimentarem.

Você pode visitar as cavernas de Waitomo através de visitas guiadas que levam cerca de 45 minutos, onde você pode conhecer mais profudamente as características mais incríveis do local, incluindo a “Cathedral Cave” e também a “Glowworm Grotto”, fazendo um passeio em um bote sobre as águas que cortam as cavernas. Outra opção, se você for mais aventureiro é fazer um rafting e também passeios especializados em espeleologia, que podem envolver escalada, bóia-cross e rapel.

Deixe aqui o seu comentário

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + treze =