Um lugar na Índia onde não existem portas. Nem nos bancos!

Já pensou um lugar onde não existem portas, cadeados, fechaduras, muros, portões ou qualquer outra coisa que impeça a entrada de estranhos? Pois é, esse lugar existe.

Na vila de Shani Shingnapur, na Índia, as pessoas se sentem protegidas, mesmo sem nada que feche suas casas. O motivo disso é uma velha tradição do local, que já dura centenas de anos.

Shani Shingnapur, a vila sem portas.
Shani Shingnapur, a vila sem portas.

Os moradores da vila de Shani Shingnapur acreditam que o Lord Shani guarda o local de qualquer perigo. A tradição que viaja gerações diz que após uma grave inundação ter atingido a vila, um grande pedaço preto de rocha dou encontrado acima  das margens do rio que causou a inundação, o rio Panasnala. Então quando as pessoas tocaram este pedaço de rocha, ele começou a jorrar sangue de seu interior.

A história ainda firma que naquela mesma noite, o Lord Shani apareceu em sonho para o chefe da aldeia, dizendo que aquele pedaço de rocha deveria ser mantido na aldeia pois ele era a própria materialização de Shani. Porém, o deus Shani tinha a exigência de que a vila não fosse mais protegida por nada além dele e que ele mesmo iria guardar o local de qualquer tipo de perigo.

ASSINE NOSSO CANAL DO YOUTUBE
O altar construídopara o Lord Shani
O altar construído para o Lord Shani

Depois desse acontecimento as pessoas retiraram todas as portas e as fechaduras da vila e construíram um altar para o deus no centro da aldeia. Desde esse tempo, a aldeia nunca mais teve portas em nenhum estabelecimento do local. É permitido somente que as casas tenham uma espécie de cortina para preservar a intimidade dos moradores dentro de suas casas. São permitidos também uma espécie de cerca de paus pra manter os animais fora das casas.

Essa tradição é responsável por atrair milhares de visitantes todos os dias, que vão em busca de conhecer o santuário e o templo que foi construído para o Lord Shani na vila. Além disso, o local possui um registro altíssimo de milagres atribuídos a Shani, o que fez com que a vila ocupasse um lugar no Livro Guinness de Recordes Mundiais.

Deixe aqui o seu comentário

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 18 =