Jalapão: 7 Dicas Essenciais para Sua Viagem

O Jalapão é uma joia natural que tem ficado cada vez mais popular entre os amantes de ecoturismo, e a viagem ao parque estadual é uma verdadeira expedição.

São paisagens grandiosas, poços naturais com águas azuis, cachoeiras incríveis e montanhas em meio ao cerrado do Tocantins. O Jalapão é aquele destino perfeito para quem gosta de estar em contato com a natureza e explorar bastante.

Porém o acesso ainda não é tão fácil e a viagem gera muitas dúvidas e por isso resolvemos fazer esse post com 7 dicas essenciais para a sua viagem para o Jalapão, Tocantins.

 

#1 O que é e onde fica o Jalapão?

Muita gente ouve falar do Jalapão, principalmente para quem acompanha as redes sociais, mas há bastante informação perdida nesse caminho, afinal o destino ainda é pouco explorado no Brasil.

O Jalapão é uma região do cerrado brasileiro, no estado do Tocantins, englobando vários municípios e unidades de conservação, entre elas o Parque Estadual do Jalapão, sendo que a área total é de 34 mil quilômetros quadrados.

O Jalapão abrange os municípios de Ponte Alta do Tocantins, Mateiros, São Félix do Tocantins, Lizarda, Rio Sono, Novo Acordo, Santa Tereza do Tocantins, Lagoa do Tocantins e Rio da Conceição, ocupando uma área equivalente ao estado de Sergipe.

Foto: Lester Scalon/Avis Brasilis

 

#2 Quando Ir ao Jalapão

O Jalapão é aquele destino coringa que pode ser visitado durante o ano inteiro, sendo que a temperatura média na região é de 30 ºC e tem sol o ano inteiro.

É importante observar o período mais seco e o chuvoso. O período sem chuvas no Jalapão vai do mês de maio a setembro e o chuvoso vai de outubro a abril, com algumas variações.

Ah! e no fim do período seco, lá para setembro, o pôr do sol no Jalapão é um verdadeiro show! E muita gente opta por visitar o destino no período seco, já que as chuvas podem atrapalhar o rolê!

 

#3 Como Chegar no Jalapão

Nas proximidades do Jalapão não há aeroporto, por isso é necessário voar até a capital do estado, Palmas, e de lá seguir de carro até o destino.

A região fica a 300 km da capital e as principais cidades-base são Novo Acordo, Ponte Alta do Tocantins, Mateiros e São Félix do Tocantins.

Porém as atrações mais populares do Jalapão ficam mais próximos a Mateiros e São Felix do Tocantins, sendo essas 2 as principais escolhas dos viajantes na hora de encontrar uma hospedagem.

Saindo de Palmas, a estrada asfaltada vai até a cidade de Ponte Alta do Tocantins, de lá o trajeto é feito em estrada de terra ou areia por isso é necessário fazer o percurso com veículo com tração nas 4 rodas.

A estrada até o Jalapão não é fácil, e mesmo motoristas experientes podem atolar ou ter problemas no trajeto, ainda mais no período seco, quando o solo arenoso fica ainda mais fofo.

Por isso é altamente recomendado fechar os tours com agências que incluam o traslado, que facilita bastante a viagem, além de ser mais seguro.

Estrada no Jalapão com vista para o Mirante Espírito Santo | Foto: Luciano Queiroz

#4 Como Circular 

A maioria das estradas da região são de terra e o acesso às atrações ainda é difícil e há uns perrengues (mas que também fazem parte da experiência roots que é o Jalapão).

No Jalapão é muito recomendado usar carro com tração nas quatro rodas e ter um motorista experiente em dirigir em solo arenoso, pois as estradas são difíceis. Carros comuns sem tração nas 4 rodas atolam com frequência.

 

#5 Onde Ficar 

As principais opções de hospedagem no Jalapão estão nas cidades de Ponte Alta, Mateiros, São Félix e Novo Acordo.

A cidade de Mateiros é a mais próxima do Parque Estadual do Jalapão, e a de São Félix fica mais próxima dos fervedouros.

Quando estiver por lá, não espere modernidade e hospedagens de luxo. Esse não é o modelo de acomodação na região. Nas cidades, há pousadas simples, campings e acomodações mais rústicas.

Um dos lugares mais interessantes para se hospedar no Jalapão é na Korubo, em Mateiros, que oferece a opção de hospedagem no modelo de camp safári, com tendas fixas. O acampamento é a beira do Rio Novo e o visual é incrível, em meio a natureza.

 

#6 Quantos Dias Ficar 

Por lá, há muito o que fazer, e as atrações ficam bem afastadas uma das outras, e o ideal é que você fique no mínimo 5 dias, para que a experiência não seja corrida e você consiga aproveitar a região.

Mas a verdade é: quanto mais, melhor! O Jalapão é um destino muito especial para ser conhecido com pressa.

 

#7 O que fazer?

Como dissemos, há muito o que fazer no Jalapão, mas os atrativos que não podem faltar no seu roteiro são: as Dunas do Jalapão , a Cachoeira da Formiga, a Prainha do Rio Novo, pelo menos um dos fervedouros e a Cachoeira da Velha.

Como o destino que ainda está começando a ficar popular, ainda há várias jóias escondidas para serem exploradas lá.

Outros destinos no Brasil com essa mesma pegada que valem a pena conhecer são: Chapada dos Veadeiros, Chapada da Diamantina, Chapada das Mesas e Serra da Canastra.

Fervedouro  Foto @Triptofollow

VIAJE COM A GENTE!

Quando você faz alguma reserva de hospedagem, compra uma passagem ou qualquer produto pelo blog, ganhamos uma pequena comisssão (você não pagará nenhum centavo a mais por isso). Isso faz com que possamos manter o site no ar.

Hospedagem: AIRBNB | BOOKING

Passagens Aéreas mais baratas: MAXMILHAS | VOOPTER

Aluguel de carros: RENTCARS

Chip para internet INTERNACIONAL: EASYSIM4U

Nayandra Pereira: Tenho a alma desbravadora e sempre amei estudar a relação homem-natureza. Amo viajar e me conectar com novas pessoas, conhecimentos e culturas. Acredito que cada pessoa, através de si mesmo, pode contribuir para transformar realidades (e as viagens são ótimas desculpas para isso). Ah... tenho 26 anos, sou engenheira ambiental e mestre em recursos hídricos.