O casal de brasileiros que viajou por 18 países trocando serviços por comida e abrigo

Quando a vontade de conhecer o mundo é maior que tudo, não há empecilho que te faça desistir. O casal brasileiro Leonardo Blecher e Anah Assumpção deixaram seus empregos em um grande jornal paulista e decidiram se tornar nômades digitais. Apesar dos medos e da insegurança que eles tinham, eles saíram pelo mundão sem saber onde e quando iriam terminar a viagem. E eles nem imaginavam a jornada incrível que eles fariam.

Eles ficaram na estrada por cerca de 11 meses e conheceram 18 países na América do Sul, Europa e no Oriente Médio e conheceram lugares incríveis que eles mal sabiam que estava no mapa.

Dentre as aventuras está: cavalgada de três dias na Cordilheira dos Andes, adotaram um cachorro, nadaram no mar do Caribe, saltaram de paraquedas, conheceram o horror de Auschwitz, aprenderam sobre os conflitos atuais de Israel e Palestina, fotografaram casas abandonadas em Berlim e muitas outras experiências incríveis.

Cavalgada nos Andes
Cavalgada nos Andes

Trabalho Voluntário

O mais legal de tudo isso é que eles mantiveram boa parte da viagem com trabalho voluntário e eles explicam um pouco disso no site Widoox. Esse tipo de trabalho voluntário funciona como uma troca de algum serviço por acomodação e comida. Eles faziam esse tipo de trabalho em hostels, bares, restaurantes, fazendas e outros negócios de pequeno porte. Eles explicam que o tempo de trabalho que é exigido na maioria dessas empresas é de no máximo 20 horas semanais, então dá para aproveitar bastante os lugares.

Antes mesmo de sair do Brasil eles já começaram a buscar por hostels em países próximos aqui do Brasil e começaram a anunciar os trabalhos que faziam. O primeiro hostel que os chamou fica em Rosário, na Argentina, e eles já foram montando uma rota que passaria por lá.

ASSINE NOSSO CANAL DO YOUTUBE

cordilheira-768x576 carona-768x576 barcelona-768x576 banksy_palestina-768x576 atenas-768x576

E assim eles foram levando a viagem sem gastar com comida e hospedagem, o dinheiro que conseguiam com trabalhos separados eles foram gastando viajando cada vez mais. Antes de começar a viagem eles não sabiam se conseguiriam manter a viagem por mais de 3 meses, mas com as trocas eles acabaram por viajar por cerca de 4 vezes mais tempo!

Todas as fotos via.

Deixe aqui o seu comentário

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 4 =